• LOGIN
  • Nenhum produto no carrinho.

Depoimento #1

Falamos muitas vezes que  o Systema é muito mais do que apenas defesa pessoal. Que o treinamento irá lhe auxiliar em vários aspectos para que você possa se tornar uma pessoa melhor. Compartilhamos o relato de um aluno que passou por uma cirurgia e como ele usou o Systema para se recuperar:

 

Olá pessoal, treino Systema com meu caro amigo e mestre Nelson já há alguns anos e sempre que posso tento utilizar o que aprendo aqui nas outras artes marciais que pratico, mas também no dia-a-dia, os princípios de relaxamento, respiração, estrutura e movimentação, durante o trabalho, nos afazeres de casa, numa caminhada no campo,etc. Sempre com bons resultados. Estou com 46 anos, obtive grande melhora da coluna, resolvi uma disfunção do joelho que achava estar condenado a uma cirurgia. Mas minha prova de fogo se deu neste último mês. Eu estava protelando fazer uma cirurgia de uma hérnia umbilical que havia aumentado muito no último ano, ai resolvi fazer, só que o ultrasom pré-operatório mostrou que eu também estava com um cálculo enorme na vesícula, meu cirurgião falou que já ia fazer uma 2 em 1- a herniorrafia e a colecistectomia.

A primeira pergunta que fiz foi: quanto tempo sem exercícios, doutor? Ele me disse: DOIS MESES, NO MÍNIMO. Me controlei para não soltar um “Nem fu*****”. Bom, mas o que tem que ser feito, que seja. Fui para a cirurgia, correu tudo bem, mas a hérnia era grande, muita manipulação de tecido e fechada sob tensão. O abdome tenso por causa dos gases da injeção laparoscópica dificultava a respiração. Primeira lição do Systema- relaxamento e respiração- controlando simultaneamente os dois fui conseguindo soltar a musculatura e usando um truque que aprendi num dos seminário do Maxim- respirar só com uma das partes do pulmão- como minha respiração diafragmática estava comprometida, utilizei os outros mecanismos “diafragmáticos” para respirar: intercostais, esterno-vertebral, dorsais-alares, com isto diminuíram as dores, pois não movia mais tanto o abdome ao respirar.

O segundo desafio era me mover- um dos primeiros critérios de alta para uma cirurgia abdominal que não abriu alça é : já andou? Precisava sair da cama, mas passei a noite sozinho, não queria ficar chamando a enfermeira toda a hora para sair da cama, ai veio o Systema para me auxiliar. Os abdominais que fazemos, em que evitamos usar a musculatura abdominal, usando mais o quadril e a movimentação que treinamos constantemente no solo de cair se agachando e se levantar usando só uma perna, além daquele em que nos deitamos sobre a perna, que fizemos exaustivamente no nosso último camp training em Itu este ano, me ajudaram a conseguir levantar da cama sem forçar o abdome, simplesmente usava o impulso de uma mão, e o movimento do quadril, a continuidade da inércia do movimento em círculo e..voilá, estava em pe’!

O primeiro percurso estava cumprido, a alta- agora restava a recuperação em casa- a proibição de pegar peso- segui corretamente, mas fui fazendo exercícios de respiração, de relaxamento, os exercícios para ombros, pescoço, membros superiores, pés, depois de duas semanas já estava conseguindo fazer o agachamento, lentamente. No retorno para tirar os pontos meu médico ficou impressionado com a recuperação dos movimentos, da falta de dor no abdome, da cicatrização, falta de hematomas, seromas… Agora já com um mês estou retomando os treinos, só estou proibido ainda de levantar pesos, obviamente de receber strikes no abdome e fazer abdominais, mas me sinto muito bem e me sinto bem em poder ter usado a nossa arte na minha própria recuperação.

It´s not only to kill, but also to heal!

 

Also S. – Médico

 

E você? Já passou por alguma situação em que utilizou o Systema? Conte para nós:

09/11/2017

Quer saber mais?

Entre em contato conosco

contato@artemarcialrussa.com.br
Rua Capital Federal 102 São Paulo/sp
11 2368-1027

11 99942-7902

Venha para uma aula experimental!

Assine nossa Newsletter

  Fique por dentro das novidades
© Systema Brazil. Todos os direitos reservados
X