Relaxamento

Sua importância na vida e no treinamento do Systema

Hoje vou falar sobre o Relaxamento e sua importância para as artes marciais e para o nosso dia a dia.

Nossa vida diária, o trabalho, os relacionamentos, esportes, tudo isso acrescenta em nosso corpo pequenas tensões que vão sendo acumuladas em nosso corpo. Como não sabemos relaxar, isso vai se acumulando cada vez mais. Hoje o estresse está contínuo. No passado, sairia para caçar, teria aquela tensão durante a caça e depois retornaria para casa e relaxaria com seus familiares. Somente depois que a comida estivesse acabando, você iria passar pelo processo outra vez, ou ainda caçaria e coletaria até possuir um estoque para passar pelo inverno e depois relaxaria durante este período de pouca atividade.

No mundo moderno sofremos estresse constante, sem pausas, tensões no trabalho, sejam elas físicas ou emocionais e no dia seguinte somos novamente bombardeados com nossos estresses. Algumas pessoas tiram as tão ansiadas férias e levam pelo menos uma semana até conseguirem relaxar e curtir, outras ainda quando vai se aproximando o final deste período, novamente começam a ficar estressadas. Nossa busca pela velocidade e resultados, internet mais rápida, trabalhar até tarde da noite, prazos mais curtos tem transformado nossa sociedade.

Estes processos vão sendo acumulativos e acabam virando dores que são localizadas nas costas, ombros e nas pernas. Alguns fatos, como pressão no emprego, família, relacionamento vão se acumulando e como consequência reduz a qualidade de vida e a nossa saúde.

Para resolver este problema, temos várias maneiras saudáveis como, viagens, massagens, meditação, passeios, exercícios físicos e algumas pessoas fazem arte marcial para extravasar estas tensões.

Algumas atividades físicas propostas são tão extenuantes que, quando as finalizamos, estamos exaustos e com isso percebemos que nosso estresse foi embora, nos sentimos relaxados. Na verdade, ele foi soterrado por mais tensão e depois fica cada vez mais difícil eliminar esse estresse profundo que com o tempo, a atividade acabará levando a uma lesão, obrigando a pessoa a parar com aquilo que lhe parecia tão prazeroso.

O Systema trabalha e entende as tensões como algo que deve ser controlado e consciente, pois se temos controle e o direcionamento da tensão isso é muito bom, porém quando elas são inconscientes, chamamos de tensões parasitas e isso é prejudicial.

Estas tensões acontecem após situações estressantes e que não conseguimos eliminar, darei um exemplo. Um leão ou um tigre que estão caçando, vão lentamente se aproximando de sua presa e no momento do bote ou salto, eles vieram acumulando tensão muscular para gerar uma grande explosão de força, porém por alguma razão, a presa antes dele iniciar o ataque, foge. O felino começa então a relaxar o corpo novamente e vemos seu corpo tremer inteiro para liberar esta tensão que foi acumulada.

Em nossa vida acontecem situações de estresse semelhantes, porém não temos consciência da tensão causada e não sabemos como eliminar. Com isso, vamos tencionando os músculos cada vez mais até eles influenciarem em nossa estrutura (postura) e começamos a ter dores, como falei inicialmente nos ombros ou pescoço por exemplo e inicia um novo ciclo de problemas.

No Systema ou no combate, estas tensões parasitas impedem a real expressão corporal e os movimentos naturais, dificultando assim, a resolução do conflito.

Tensões físicas impedem que você consiga se mover naturalmente e promover com isso, soluções naturais para aquela situação e também reduz a resposta de ataque, pois como estamos tensos, os músculos não se contraem de maneira apropriada para produzir melhor força.

Atualmente os atletas de várias modalidades descobriram a liberação mio facial e o treinamento funcional. Nas academias agora tem aqueles rolos, bastões, bolas de tênis, para as pessoas sentarem e fazerem massagem nas pernas, costas, entre outras partes do corpo. Com isso tem uma melhor performance em seu esporte ou atividade preferida.

O Systema utiliza este método entre outros de liberação há séculos, através de massagens utilizando o peso do corpo, técnicas de respiração, contração e relaxamento muscular, uso de objetos como bastões e bastonetes, chicotes, pás para fazer massagens, tudo isso com o objetivo de relaxar o aluno para a prática do Systema, pois sabemos que quanto mais relaxado, melhor ele se movimenta e também tem melhor raciocínio para resolver problemas. A tensão causada pelo medo ou ansiedade faz ele se mover antes ou depois do momento certo, ou ainda com mais ou menos força necessária, criando um esforço excessivo ou insuficiente para aquela situação.

Um exemplo antigo de relaxamento para solução de problemas muito conhecida, foi a usada por Arquimedes (inventor e cientista grego do século III AC), em sua famosa descoberta, ele precisava saber se a coroa do rei fora adulterada e, ao ir tomar banho e relaxar (reduziu a tensão e a atenção para o problema), percebeu a água que caia para fora da banheira e com isso desenvolveu suas teorias, todo mundo ouviu falar da frase EUREKA, “encontrei”.

Em nossas aulas, sempre iniciamos com algum tipo de relaxamento, seja massagem ou respiração com relaxamento consciente. Tudo isso para gerar no praticante uma condição ótima para a execução das técnicas e também para sua vida diária. No Systema acreditamos que as técnicas tem de atuar em três níveis, Cura, Saúde e Combate. E nossa prática tem este triângulo como orientador. Assim como outras modalidades como Yoga ou Taichi. Nossa arte busca desenvolver no praticante mais relaxamento e usar isso a seu favor.

Estes exercícios tem aplicação na vida cotidiana e também na saúde. Aprendemos a relaxar em situações de conflito ou como lidar com ansiedade de, como por exemplo, em uma entrevista de emprego ou apresentação de projeto ou TCC, através de técnicas simples para relaxar e controlar de maneira natural as tensões.

Nas aulas aprendemos a relaxar em qualquer situação e com isso permitir que nosso corpo encontre as soluções para aquele problema, ao invés de tencionar ou fazer valer nosso ego, “quero fazer assim”, usamos o nesta situação o que pode ser feito ou quais as minhas possibilidades aqui.

Quer ler outra matéria sobre o Relaxamento? Clique aqui.

.

Exercícios

 

  • Deite se confortavelmente no chão, colchonete, ou tatame e avalie seu próprio corpo.
  • Veja se existe algum ponto com alguma tensão que lhe incomoda um pouco mais que o normal.
  • Comece por este local que lhe incomoda e imagine o ar entrando por este ponto e saindo, se houver dificuldade em visualizar, coloque a mão neste local e sinta o ar entrando e saindo deste ponto.
  • Faça algumas inspirações e expirações em seguida, tencione o local ao inspirar e relaxe ao expirar (faça isso de 05 a 10 vezes).
  • Agora relaxe e ainda deitado, levante o braço direito em direção ao teto, ao inspirar deixe cair ao expirar (faça isso 5x), e depois mude para o braço esquerdo, perna direita, perna esquerda, os dois braços e as duas pernas.
  • Sente-se e deite da mesma maneira, tencione inspirando sentado, e expire relaxando para deitar e depois fique quieto e veja como esta seu corpo agora.
  • Lentamente fique em pé e caminhe e sinta seu corpo agora nesta outra posição e veja como você se sente agora.

.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *